Em Comportamento Matheus Sejaine Vida cristã

O dia está tão lindo


O dia está tão lindo lá fora. Mas como seria se nós olhássemos o dia por dentro? Será que o dia tem algum questionamento ? Faço chuva ou faço sol? Gosto de pensar que cada dia é diferente . Assim como cada manhã, é uma nova oportunidade de fazer o dia ser diferente. A misericórdia de Deus não se renova a cada manhã. Mas a cada amanhecer, Ele demonstra sua infinita misericórdia. Por esse motivo deveríamos ser gratos. A ingratidão tem sido uma das doenças mais recorrentes em nosso meio.
O tempo tem passado rápido, e nós temos feito tão pouco. Hoje, dia 13, escrevo esse texto. Amanhã, 14, já não me pertence mais. Pois o futuro pertence a Deus, mas o meu presente, também quero que seja dEle. Afinal, nós somos muito prepotentes na maioria das vezes. Porque nós iludimos a nós mesmos, achando que chegamos até aqui, somente com nossas pernas. Não, muito pelo contrário. Existe um caminho que foi trilhado por Cristo. E o mesmo Cristo disse: “Eu Sou o caminho”. Existe uma cruz a ser carregada neste caminho. E onde está essa cruz?
Saiba que não existe uma cruz menor, uma cruz menos pesada ou uma cruz adequada a você. Acredito que todo aquele que se dispõe a anunciar o evangelho, carrega simbolicamente a cruz de Cristo. E sobre seus ombros existe um peso que ele não sente, mas também, uma responsabilidade que ele assumiu. Porém, muitos de nós, abandonamos a Cruz. Deus não te dará uma nova cruz, pois necessário é, que você volte ao ponto onde a deixou.
A cruz simboliza uma renuncia de suas vontades. Jesus deu a sua vida, por pessoas como eu e como você. O plano da salvação já existia muito antes de nós existirmos. O dia está tão lindo lá fora. Mas como será que foi aquele dia? Na minha humilde opinião, deveríamos olhar o dia da morte de Cristo, na perspectiva dEle. E aplicarmos em nossas vidas o que Jesus fez por nós. Nós negamos tanto a Cristo, de maneiras diversas. E Ele, se despiu de Sua glória e disse: “Pai, se possível, afaste de mim esse cálice. Mas contudo, faça-se a Tua vontade” (frase tirada da memória).

Leia mais

Compartilhe Tweet Pin It +1

9 Comentários

Em Cartas Sara Barbosa

Guerras camufladas


Desculpe não exibir meu melhor sorriso hoje, porque eu voltei de uma guerra. Uma guerra que constantemente me envolve, meu coração tem lutado para não ser como a maioria das pessoas.

Estou sem malas ou bagagens, m
as levo minhas cicatrizes. Ser do bem é difícil. Você chora, é traído... mas Jesus também passou pela mesma coisa. É por isso que tenho forças, porque tenho a força dEle em mim.


Minhas orações já não são as mesmas de sempre. Não digo que não orava de verdade antes, mas era algo que já estava me acostumando a pedir mais e agradecer menos por aquilo que Deus colocou delicadamente em mim. Aos caos que Deus trouxe ordem.

Combater um bom combate nem sempre é fácil. 
Eu posso chorar por vários dias, mas o brilho de Jesus estará em meus olhos como no primeiro dia em que me encontrei no Seu amor. Não posso impedir as lágrimas, 
mas as lágrimas jamais impedirão o brilho dEle em meu olhar. Os resultados de cada experiência com Ele. Guerras vencidas ao lado de Deus. E eu não desistirei de lutar, no fim ainda direi: combati um bom combate, acabei a carreira e guardei a fé.


Na maioria das guerras, a paz vem logo após a elas, isso vale o mesmo para as guerras dentro dos nossos corações... aquilo que apenas nós conhecemos. Mas Deus, com sua infinita sabedoria sabe de cada detalhe de cada guerra dentro de nós mesmos. As guerras assustam, abalam, machucam, mas elas passam. 

Vai dar tudo certo. Pode sorrir outra vez, você está acompanhado(a) do maior vencedor.  Deus está nessa guerra lutando por você. 

Leia mais

Compartilhe Tweet Pin It +1

4 Comentários

Em Comportamento Textos Thaislane Costa Vida cristã

Ah, o amor...


Jesus respondeu:
— “Ame o Senhor, seu Deus, com todo o coração, com toda a alma e com toda a mente.” Este é o maior mandamento e o mais importante. E o segundo mais importante é parecido com o primeiro: “Ame os outros como você ama a você mesmo.

Nada escrito na bíblia foi escrito ali por acaso. Cada vírgula, cada trocadilho, cada coisa que, muitas vezes, nos passa despercebido, tudo foi posto ali com um propósito. Tenho certeza que Jesus, com sua infinita sabedoria, ao dizer essas palavras sabia o peso e o impacto que elas teriam até o dia de hoje. 
Algumas pessoas indagaram a Jesus acerca dos mandamentos, perguntando-lhe qual, ao seu ver, era o mais importante deles. Jesus, sabiamente, respondeu que o maior mandamento era, de fato, o amor. E nessa resposta de Jesus precisamos observar os três tipos de amores que Ele nos ensina a tornar como prioridade em nossas vidas. Vou falar dos três, mas o que eu mais quero frisar hoje é o terceiro e tão importante quanto. Então, esse texto é para você, que precisa se amar mais, que precisa entender o quão importante é se amar, se amar e se amar um pouquinho mais.
O primeiro e mais importante é AMAR À DEUS. Esse deve ser o primeiro e maior tipo de amor que devemos cultivar em nossos corações. Amar a Deus não é gostar. Não é ter medo. Não é barganhar. Amar à Deus é se entregar, é renunciar o seu eu, a sua vontade para cumprir e seguir a vontade Dele. Talvez, em algum momento ao ler isso você pense: Então amar a Deus é chato pra caramba. Eu tenho que renunciar a minha vontade… é uma vida inteira de abdicações. Não! Não é. Imagine duas pessoas que se gostam e iniciam um relacionamento. Haverá momentos onde elas precisarão renunciar a própria vontade para fazer o outro feliz. Precisará negar à algumas de suas necessidades em prol desse amor. Assim deve ser nossa relação com Deus. Precisaremos, por vezes, negar aos desejos da nossa carne para nos manter fiel à Deus. E quando é amor, deixar algumas práticas antigas não se torna algo penoso, mas se torna um prazer. Pois saberemos que, de alguma forma, estaremos fazendo quem nós amamos (Deus) sorrir, e isso será eternamente gratificante.
O segundo amor que o texto se refere é o amor ao próximo, e o próximo não necessariamente será alguém que você já tem por perto. Até porque, amar a quem te faz bem é muito fácil. Amar a quem te ajuda é fácil. Amar a quem te ama de volta é uma consequência. Precisamos então aprender a amar àqueles que jamais nos amarão de volta. Amar àqueles que, um dia, nos fizeram sofrer. Não disse que é fácil, isso requer tempo e amadurecimento. Mas o primeiro passo para amar essas pessoas que tanto já nos agrediram é o perdão. Talvez seja a igreja que não te acolheu. Talvez seja o seu pai que te maltratou na infância. Talvez seja alguém que, voluntária ou involuntariamente, partiu o seu coração. Amar ao próximo também é amar àqueles que estão por aí, sofrendo e precisando de nossa ajuda. Amar ao próximo é ter empatia. É ajudar ao próximo. 
Mas o amor ao outro só será possível quando entendermos o outro amor ao qual o texto se refere, o amor próprio. Como já disse, acredito que Jesus jamais afirmaria tais palavras se não quisesse nos ensinar algo sobre o amor próprio. Ele diz, de forma clara: ame os outros como você ama a você mesmo. Temos vivido hoje em uma geração onde o amor próprio, muitas vezes, fora deixado de lado. Garotas e garotos sofrendo por amar à alguém que não corresponde à esse sentimento. Pessoas sofrendo por não aceitarem o próprio reflexo visto no espelho. Jovens cada vez mais depressivos por não encontrarem a paz. Amar a alguém só será possível quando você amar você primeiro!
Você só poderá querer o amor de alguém por você quando passar a se amar, se aceitar. A forma como nós nos amamos é como ensinamos outras pessoas a nos amar também. Então o texto de hoje não é apenas uma reflexão padrão sobre como devemos amar a Deus e ao próximo. Esse texto é para você, que precisa se amar, se aceitar.
Talvez a sua vida sentimental esteja mesmo uma bagunça, porque você tem se submetido à amores pequenos. Você tem se amado tão pouco que tem aceitado um amor raso, de um alguém que não te respeita, não te coloca pra cima, não te transborda. Mas eu preciso te dizer que, apenas quando você se encher de amor por você é que você entenderá que não merece esse tipo de “amor”, se é que podemos chamar assim.
E, sim, quando você entende o amor de Deus por você e você passa a ama-Lo também, você percebe que, involuntariamente, você se enche de amor por dentro, e compreende que não precisa de buscar em pessoas o amor que, primeiro  Deus e  depois você mesmo consegue suprir. 
Portanto, se ame mais! De verdade! Não procure em ninguém o amor que você precisa ter em você e por você! Jesus não diria para você se amar se isso não fosse, de fato, um dos maiores mandamentos. Ame você! Olhe no espelho e veja a pessoa linda que você é. Compreenda o seu valor, o motivo da sua existência. Eu sei como é difícil viver uma vida amando mais alguém do que a você mesmo, mas o mandamento não é esse… você só deve amar ao próximo como ama a você mesmo!!!  
O amor próprio não deve surgir apenas quando lhe faltar o amor do outro, mas deve ser uma prioridade em sua vida. Ame a Deusame você, e depois o outro com o mesmo amor. Seja feliz, seja livre, seja amada por você! Você merece!!!

Leia mais

Compartilhe Tweet Pin It +1

2 Comentários

Em Afeto com Deus Comportamento Textos das leitoras Vida cristã

Esperar não é bom, mas é bom


A espera em Deus sempre parece fácil quando lemos ou ouvimos uma história. Facilmente nos sentimos motivados a permanecer fielmente esperando e confiando na vontade de Deus para as nossas vidas, após ouvir/ler algo do tipo. O problema é que o que move a nossa motivação é o fato de achar que será fácil e rápida a espera, que iremos apenas ficar sentados com as pernas cruzadas enquanto a nossa bênção cai do céu. 

Achamos que descansar em Deus é exatamente isso, não passar por dificuldades, ter paz absoluta e tomar um chá com bolachas enquanto Deus trabalha em nosso favor, e enquanto Ele trabalha, nós assistimos de camarote o que Ele está fazendo, nos certificando de que tudo vai bem.

Se de fato fosse assim, a fé seria algo completamente desnecessário, afinal, a fé é o firme fundamento das coisas que se esperam, e a prova das coisas que se não vêem (Hebreus 11:1). Se você vê, logo, deixa de ser fé, e você passa a ser um Tomé, que precisou ver para crer.
As coisas de Deus são contrárias aquilo que estamos acostumados: facilidade.

A gente sempre dá um "jeitinho", sempre queremos cortar caminho para ter fácil acesso aquilo que ansiamos de imediato. Mas esses nossos caminhos cortados, essa nossa facilidade em conquistar no imediato, fazem com que da mesma forma que conquistamos algo, ele escorra pelas nossas mãos, e nós mesmo temos um ditado para isso: "o que vem fácil, vai fácil".

A espera em Deus de fato é árdua, pois enquanto Ele trabalha para nos entregar aquilo que pedimos e Ele nos prometeu, Ele vai moldando o nosso caráter, fazendo com que assim, possamos dar o devido valor àquilo que desejamos, caso contrário, será um trabalho vão. Deus não nos trata como crianças mimadas, que recebem o que querem quando querem, e por esse fácil acesso acabam não dando valor. 

É como comprar um brinquedo caro, com o dinheiro do suor de um trabalho, e a criança acabar quebrando em menos de cinco minutos. Na espera, Deus trabalha em nós a nossa maturidade, Ele amadurece a nossa forma de agir, a nossa forma de pensar e aprendemos a ter paciência.

A maturidade vem quando encaramos a dificuldade, nos momentos de dor é que aprendemos as maiores lições de nossas vidas. Na espera também aprendemos a ter fé, pois quando Deus nos diz "espera em MIM, confia em MIM", geralmente olhamos ao nosso redor e vemos tudo ao contrário daquilo que Ele diz estar fazendo. Isso é ter fé, é andar por caminhos que parecem que não irão dar em nada, é acreditar que de fato vai se cumprir o que Deus prometeu mesmo que as circunstâncias digam o contrário.

Aprenda de uma vez por todas que Deus gosta de nos surpreender, e é por isso que quando achamos estar tudo perdido, Ele surge do nada e grita "SURPRESA". Algo surreal acontece e finalmente recebemos aquilo que pedimos da forma mais perfeita, algo que não irá escorrer das nossas mãos pois é nosso, Deus quem deu e ninguém poderá roubar.

Tenha fé!

Gabriela Oliveira.

Leia mais

Compartilhe Tweet Pin It +1

1 Comentários

Em Afeto com Deus Juliana Castro Vida cristã

Do caos nascem as estrelas


É na dureza da vida que as flores espalham sua beleza no concreto; onde ninguém imagina que elas brotem, suas pétalas colorem vidas urbanas e desatentas às bonitezas da vida. Mas para explicar a beleza que a dor nos proporciona, deixarei claro uma coisa: há aprendizado em cada entrelinhas.

Ultimamente as coisas não têm sido fáceis; parece que todos os meus sonhos, já arquitetados, se dissiparam por entre os meus dedos. Eu planejei, organizei ideias e até cheguei a concretizá-las, mas tudo desabou. Nesse momento de profunda tristeza, isso me ensinou a ser mais forte e encarar os momentos inesperados de cabeça erguida, tendo Deus como o meu fiel alicerce e refúgio.

Aprendi que coloca-Lo à frente de todas as decisões da minha vida me tornariam mais consciente de que tudo seria pelo agir dEle; digo isso porque às vezes, esquecemos que Cristo é o centro; deixamos que Ele seja apenas o coadjuvante da nossa história, sendo que Ele é o próprio autor. Todas as coisas ocorrem de acordo com a perfeita vontade dEle, vontade essa que sempre nos prioriza e nos faz crescer em fé e coragem.

Então, eu peço que você continue a confiar no poder salvador do seu Pai, mesmo que as coisas não estejam saindo como o planejado. Deixe a decisão de tudo com Ele e acalme o seu coração aflito. Espere sempre pelo melhor, até porque é exatamente isso que está preparado para a sua vida; a própria Escritura nos afirma isso em Romanos 8:28: Pois sabemos que todas as coisas trabalham juntas para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles a quem Ele chamou de acordo com o Seu plano.

Portanto, mesmo sem compreender, creia que tudo voltará ao seu lugar; as coisas se ajeitarão e o plano perfeito de Cristo será realizado na sua vida, até porque a obra que Ele começou não será finalizada até o Grande Dia. Isso quer dizer que até lá você enfrentará muitos outonos e invernos, mas também significa que as primaveras e os verões estarão à sua espera para o inicio de um novo ciclo. Enquanto isso, esperar pelo melhor dEle te ajudará a enfrentar as más situações com um lindo sorriso estampado no rosto.

E, por último, lembre-se: do caos nascem as estrelas, assim como dos sofrimentos a sua alegria brotará!

Leia mais

Compartilhe Tweet Pin It +1

5 Comentários

Em Cartas Sara Barbosa Textos Um ato de fé

Desculpe o transtorno, preciso falar de Jesus


Me desculpe pelo transtorno, mas meu ser arde em falar de Jesus.

As entrelinhas da minha trajetória pede para que eu fale do amor dEle. Minha vida não seria a mesma se não tivesse o amor dEle em mim. Não me sinto desesperada por uma companhia nessa trajetória agora... mas peço a Deus por uma pessoa que honre isso junto comigo: a de evangelizar. 

Quando termino um dia, sem falar do amor de Jesus para alguém, me sinto incompleta. Mas ao amanhecer é sempre uma nova oportunidade para falar do amor dEle. O versículo 15 do capítulo 16 do livro de Marcos, explica bem isso:

E disse-lhes: Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda criatura.
(Marcos 16:15).

Ao falar isso, não quer dizer que só podemos evangelizar em uma viagem pelo mundo, se tratando de missões. Mas sim, evangelizar qualquer pessoa que está ao seu redor que ainda não teve a oportunidade de conhecer o imensurável amor de Deus.

Meu amor por Deus, vai além de só querer O adorar. Tenho comigo uma chama que arde em falar dEle, e assim ser levado às pessoas que ainda não ouviram a Sua palavra. 

Uma pequena carta por Sara Barbosa.

Leia mais

Compartilhe Tweet Pin It +1

2 Comentários

Em Textos Textos das leitoras Vida cristã

A semelhança entre a Águia e os que crêem




Até os jovens se cansam
e ficam exaustos,
e os moços tropeçam e caem; mas aqueles que esperam no Senhor,
Renovam as suas forças.
Voam alto como águias; 
correm e não ficam exaustos, 
andam e não se cansam. 
O golpe de vista da águia é admirável. É a única ave que encara por quantas horas quiser o resplendor do sol. Em Malaquias 4:2 diz o seguinte "Mas, para vocês que me temem, a minha salvação brilhará como o sol, trazendo vida nos seus raios. Vocês saltarão de alegria, como bezerros que saem saltando do curral." A águia enxerga tão bem de longe e os que creêm se assemelham pois enxergam a vitória de longe, pois somos mais do que vencedores. A águia não tem medo do vento forte, ela usa o vento forte para voar mais alto, e que o vento forte sirva como um impulso para os saltos mais plenos e vôos mais sinceros, pois quando somos corajosos vivemos aventuras, quando não temos medo estamos nos disponibilizando a viver os planos de Deus. Na biblía ressalta várias vezes "Não tenha medo", "Eu estou contigo" Deus com todo seu poder e glória, é um Deus grande e que não abandona seus pequeninos, não esquece de alimentar as aves, imagina os seus filhos, a sua imagem semelhança.

Que a gente reclame menos e agradeça mais. Que a gente desanime menos e descanse mais. Faça do vento forte, o melhor pouso e repouse sempre no colo do Senhor. Pois o que esperam nEle são renovados. A esperança renasce todo dia, como o sol que se põe toda tarde, sabemos que vem a noite mas o sol não muda de lugar, ele continua lá. Todos que clamam o nome de Jesus não são desamparado, pois os planos do Senhor não se frustram.

Textos das Leitoras. — Texto da Vitoria Martini.

Leia mais

Compartilhe Tweet Pin It +1

1 Comentários

Em Afeto com Deus Cartas Juliana Castro Matheus Sejaine Textos

Íntimo do Pai


Eu quero Te conhecer, quero saber quem Tu és. Ir mais a fundo e submergir todos os pesos que tenho carregado em Suas águas salvadoras. Me despir do medo, das incertezas, da timidez e desenvolver Contigo um relacionamento profundo e genuíno. Quero contar-Te os meus segredos mais íntimos e ouvir a Sua voz ecoando e afastando as inquietações. Te sentir perto, Jesus; me aprofundar em saber e experimentar do Teu amor. Mesmo que doa, mesmo que arda e consuma minhas vontades. Ainda que eu precise negar a mim mesmo e aprender tudo novamente, o Teu amor é a minha esperança. Esperança de dias melhores do que essas manhãs terrenas. A intimidade fala muito mais do meu relacionamento Contigo, do que Teu relacionamento comigo. Porque desde o princípio do mundo, quiseste ter um contato direto com o ser humano, mas todas as vezes que nego a você das mais simples formas, é como se estivesse comendo do fruto proibido e logo após me escondendo. Quero voltar a caminhar contigo pelo jardim da inocência e nunca mais tentar me esconder de Teus olhos. Pois não dá, Tu me vê. Me amas. Me quer. Então eis-me aqui, eu sou teu.

Leia mais

Compartilhe Tweet Pin It +1

2 Comentários

Em Relacionamento Sara Barbosa Textos

Precisamos falar sobre amor platônico


Um amor que só nos trás decepção daquilo que não irá acontecer. Precisamos falar sobre esse amor: O amor platônico.

Você com certeza já se viu "gostando" de alguém, ou pelo menos, escultado falar de alguém que estava passando por isso. Mas na verdade, apesar de parecer uma coisa boba, não é bom para o nosso coração. 

Às vezes cansamos de esperar e decidimos achar alguém sem a ajuda de Deus. Mas o amor platônico é um perigo para muitos. Pois Deus tem algo lindo e real para fazer nas suas vidas, mas no tempo dEle. 

Não perca tempo imaginando coisas que não vão acontecer. Pare de fuçar as redes sociais dessa pessoa, apague tudo o que lembra ela e siga a sua vida feliz com Deus. Porque essa paixão só vai te trazer decepção e Deus quer que você seja feliz abundantemente. Veja o que diz este versículo:

"Enganoso é o coração, mais do que todas as coisas, e perverso; quem o poderá conhecer?" (Jeremias 17:9).

Há algo intrínseco que quero repassar para vocês: certa vez, quando vi algumas pessoas no estado de tristeza, por serem iludidas, vi que a única coisa que elas não fizeram foi esperar em Deus ou pedir direção a Ele. Apesar de nosso coração "teimar" e nos enganar, tente pelo menos entregar nas mãos de Deus para não ter complicações mais tarde. 

Peça a Deus que te mostre e te dê um sinal de quem seguirá toda a vida ao seu lado. Assim seu coração não será magoado, apesar de que é impossível não nos machucarmos com o amor platônico, antes de conhecer a pessoa tão esperada. Mas uma coisa posso te afirmar: com a ajuda de Deus, conseguimos não só vencer isso, mas muito mais. Evite dizer que ama alguém, no sentido de relacionamento, sabendo que não é da vontade Deus. 

Agora, leia este outro versículo:

"Acaso não sabem que o corpo de vocês é santuário do Espírito Santo que habita em vocês, que lhes foi dado por Deus, e que vocês não são de vocês mesmos? Vocês foram comprados por alto preço. Portanto, glorifiquem a Deus com o seu próprio corpo." (1 Coríntios 6:19-20).

Muitas vezes estamos iludindo a nós mesmos, e nos vemos carentes de coisas que desagradam a Deus. Lembrando do termo "ficar", veja que isto desagrada a Deus. Pois somos Templo do Espírito Santo.

Já vi muitas pessoas acabando o namoro e começando outro, acabando um, e entrando em outro. Isso com certeza não é o que você quer, ou o que Deus quer. Afinal, o propósito é seguirem juntos a vida toda, trabalhando juntos para Deus, e ambos para O adorá-lo. 

Esconda seu coração no Senhor, O busque, que as demais coisas vão ser acrescentadas no tempo e no momento certo. Não se preocupe com seu futuro, Deus há de fazer as coisas perfeitamente, e você verá que sempre esteve nos planos dEle, te trazer alguém para te transbordar. Apenas transbordar, por que Deus, é o que te completa.


Não se apresse, sorria novamente e siga em frente.

Leia mais

Compartilhe Tweet Pin It +1

2 Comentários

Em Devocional Textos Thaislane Costa Vida cristã

Mantendo acesa a chama do primeiro amor


O fogo do altar nunca se apagará; deverá ficar sempre aceso. Todas as manhãs o sacerdote porá lenha no fogo, arrumará em cima a oferta que vai ser completamente queimada e queimará a gordura das ofertas de paz. O fogo nunca se apagará no altar; deverá ficar sempre aceso.” Levítico 6.12-13
Precisamos primeiramente compreender que nenhuma palavra escrita na bíblia foi posta ali por um acaso. Cada trecho da palavra, mesmo os mais “insignificantes”, tem um motivo de estar ali. Essa passagem de Levítico foi  dita por Deus, por intermédio de Moisés, para que o povo entendesse a respeito das ofertas queimadas. No verso 12, há um detalhamento sobre o que deveria ser feito para que o fogo do altar não se apagasse.
Hoje, graças ao livre acesso ao Pai, concedido pela morte e ressurreição de Jesus, não precisamos oferecer sacrifícios como no antigo testamento, mas podemos fazer um gancho entre as ofertas queimadas com a nossa vida espiritual.
Nós somos o altar,  o fogo seria o nosso primeiro amor com Deus e, assim como a lenha era usada para manter o fogo acesso, a comunhão com Cristo é a forma de mantermos nossa chama do primeiro amor acesa.
Sendo assim, precisamos ter nosso momento de comunhão com o Senhor todos os dias, para que a Sua presença em nós nunca se apague. Mas de que forma? Sempre colocando lenha. Muitos de nós querem manter sua chama acesa, mas no lugar da lenha da comunhão querem  viver de qualquer maneira e apenas jogar vento no fogo.
Em alguns casos, além de não colocar lenha, ainda jogam água.  Jogam água quando gastam mais tempo com conversas que não edificam do que lendo a bíblia, quando voltam a pensar e fazer coisas que não faziam mais, e assim agridem o coração e o caráter de Deus. E essas práticas se tornam tão frequentes que de repente a chama do primeiro amor por Deus se apaga.
E não adianta querer culpar o diabo, ele não tem poder de apagar a chama da sua comunhão. Manter o fogo aceso depende de você! Depende exclusivamente do tempo que você tem gasto com oração, com bíblia, com comunhão! E essa comunhão nada mais é do que a intimidade com Deus, o relacionamento com Ele.
Que possamos, como Paulo nos orienta em Romanos 12, nos oferecer completamente a Deus como um sacrifício vivo, dedicado ao Seu serviço e agradável a Ele, nos enchendo de coisas do alto e nos esvaziando das coisas desse mundo, mantendo assim a chama do primeiro amor sempre  acesa em nossos corações!

Leia mais

Compartilhe Tweet Pin It +1

0 Comentários